top of page
Buscar
  • advogadoportugal

Nômades Digitais - Residir e Trabalhar em Portugal



Para quem trabalha a distância, viver em Portugal passou a ser uma agradável alternativa. O novo visto foi oficialmente denominado visto de residência para o exercício de atividade profissional prestada de forma remota para fora do território nacional (artigo 61º- B).


Este visto destina-se a profissionais estrangeiros que prestem os seus serviços de forma remota, como trabalhador subordinado ou independente.


Concede ao titular a permanência no país por mais de 1 ano, podendo ser estendido, podendo ser usado para viabilizar a residência permanente em Portugal, e até mesmo possibilitar um pedido de cidadania portuguesa (desde que os requisitos legais sejam atingidos).


Os requisitos para um trabalhador obter este visto envolvem um comprovativo de emprego com uma empresa estrangeira e de residência num país não pertencente à União Europeia e um salário de pelo menos quatro vezes o salário mínimo nacional.


Os chamados "nômades digitais" poderão viver e trabalhar em Portugal até um ano.


Para conseguirem a autorização de residência, os trabalhadores independentes terão de entregar documentos “que atestem a residência fiscal”, bem como provas de que os rendimentos médios mensais nos últimos três meses foram superiores a quatro ordenados mínimos portugueses. No caso de trabalharem remotamente para uma empresa, as regras são as mesmas, mas podem ainda apresentar o contrato de trabalho ou uma declaração do empregador a comprovar o vínculo laboral.


Para outras informações consulte: geral@wblex.com

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

deixa de ser obrigatória a nomeação de representante fiscal para residentes no estrangeiro. NIF. Tax representative.

bottom of page